sábado, 26 de dezembro de 2009

Madeiros 09 – Malta de 91

Conforme a tradição, no passado dia 24, Noite de Natal, cumpriu-se mais uma vez o que já à muitos e muitos anos acontece na Noite em que se celebra a Missa do Galo, em que se celebra o Nascimento de Jesus, e onde se acende o Madeiro. O Madeiro consiste num aglomerado de castanheiros, todos num grande monte, que é aceso ao inicio da noite, para aquecer o Menino Jesus, e as almas de quem o rodeia. Depois da Missa, todos se juntam à volta do Madeiro, confraternizando, vendo e convivendo com pessoas que estão longe da sua Terra Natal, desejando-se Boas Festas, e óptimo Ano Novo que se avizinha.
Assim se passa a noite à volta do Madeiro, que os Rapazes, e as algumas Raparigas que este Ano ajudaram, nascidos à 18 Anos, que assim vão ao Dia Nacional da Defesa, antigamente chamada de Inspecção. Este Ano, foi a Malta de 91, que fez este Tradicional Madeiro, que não consiste só no acende-lo na Noite de Natal, mas que teve outros dias principais.


Para que o Madeiro estivesse pronto a ser ateado na Noite de Natal, teve que ser ir buscar, á Serra, castanheiros como manda a tradição. Obviamente a tradição já não é o que era, costuma-se dizer, “mudam-se os tempos, mudam-se as vontades”, o Madeiro já não se carrega à mão, já não se transporta em carros de bois, mas ainda vale o espírito, o espírito de estar a cumprir uma tradição que nunca se deve perder, o atear do Madeiro na Noite de Natal.
No dia 12 foi o dia de se ir buscar o então Madeiro, apesar de ser diferente de antigamente, ainda há o mais importante, a festa, a confraternização entre todos.

Já no dia 18 e 19, realizou-se a Festa dos Madeiros, no Salão da Casa do Povo do Ferro. No dia 18 com um Disk Joker, DJ, que colocou som para os Jovens curtirem, Miguel Machado na mesa.
No dia 19, um Baile orientado pelo Organista André Silva, onde compareceu muito povo, onde se dançou, onde se passou uma excelente noite de diversão.

E assim foi este Ano os Madeiros de 2009, orientados pela Malta de 91, com ajuda de muitas pessoas do Povo do Ferro e não só, pessoas essas referidas na Noite do Baile, algumas criticas quanto a isso, mas isto porque como já se referiu, “mudam-se os tempos, mudam-se as vontades”. Tudo o que se fez, contou-se com a ajuda dessas pessoas, pediu-se ajuda, as pessoas que quiseram dar, deram um contributo, e a Malta de 91 agradeceu.
Outro pormenor que também se deve referir aqui quanto a estes Madeiros de 2009, foi alguns não tão bons acontecimentos que surgiram, ficam simplesmente na responsabilidade de quem os realizou, e não na Malta de 91. Foram acontecimento infelizes, que ficam na consciência de quem os protagonizou.


Para o Ano há mais Madeiros com a Malta de 92, até lá, deseja-se que o Ano de 2010 seja um Ano de sucessos, paz, com muita saúde e muita alegria, para todos.


Para verem todas as Fotos dos Madeiros 2009, Malta de 91, cliquem aqui

3 Clique aqui para ler comentários::

Ana Tiago 26 de dezembro de 2009 às 20:24  

92 e qe rulam!!!

vamos ver se fazemos tao bem ou melhor qe os de 91!!

Dotejo 27 de dezembro de 2009 às 01:21  

Antigamente, só os rapazes metiam o bedelho nos Madeiros...
Hoje, a tradição modificou-se, enriqueceu.

A discriminação da mulher já se foi, o Mundo está melhor.
Todas as jovens que participaram este ano, a Ana Tiago e as outras que farão parte da malta de 2010 são o exemplo do que afirmei.

A igualdade entre os sexos deu-nos mais liberdade.
Para a Mulher que chegou até aqui, um grande bem-haja!

Dotejo 29 de dezembro de 2009 às 22:28  

Não coincidindo com o assunto deste Post e tendo em atenção a morosidade de publicação no Blogue da Junta de Freguesia, Senhores Contribuidores permitam que lance um comentário relacionado com o Post daquele Blogue "terça-feira, 29 de Dezembro de 2009 Estrada Municipal 506-1 * esclarecimento." e já enviado para o respectivo local.
----------------

Estas informações são sempre muito úteis e, se forem prestadas com mais frequência e maior rapidez, podem evitar a especulação e, por vezes, o maldizer e a mesquinhez de certas mentes.

O cidadão compreende e sente as dificuldades nestes tempos de crise local e mundial e, embora não esperasse outro posicionamento da Junta que não fosse a defesa do Ferro, é com agrado que regista as palavras proferidas:

O trabalho autárquico tem sempre em atenção os interesses da Comunidade.

  ©Template by Dicas Blogger.